segunda-feira, 26 de novembro de 2012

é uma casa portuguesa concerteza

Eu sou uma rapariga calma, zen, com ouvidos de tísica e enxaquecas, merecia sossego.
Em vez disso moro num prédio de 3 andares e 9 inquilinos, todos sui generis, vá, chame-mos-lhes assim.
Vivemos numa era tecnológica, em que as pessoas têm um telemóvel por cada bolso das calças, em que há criaturas de polegare sobredesenvolvido por causa dos sms's, em que não se fala, abrevia-se e grunhe-se LOL.
Seria de esperar que o namorado (eu acho que é amante) da minha vizinha estacionasse o carro e lhe desse um toque para o telemóvel ou para a campainha ou mesmo que subisse as escadas.
Mas não, chega aqui e para atravessado numa praceta apinhada de carros (mal) estacionados e vai de buzinar.
Ora isto sucede quase diariamente depois das onze e meia da noite e ela faz o género atrasado.
Portanto ele chega e buzina... e buzina... buzina... buzina...
Ela vem à janela e grita que está atrasada, ele abre a porta da viatura e grita também qualquer coisa.
E já não fecha a porta do pópó, não senhor, em vez disso põe a tocar aos berros uma música daquelas mesmo boas boas para partir pedra.
Entretanto vem outro carro que quer passar e não consegue e apita.
Ao contrário de mim, o namorado (amante) é surdo (é capaz de ser da música) e nunca ouve à primeira.
Então o outro apita, o primeiro grita... e há fita.
Finalmente ouço o toc toc dos saltos altos na escada, os namorados (amantes) vão-se embora e eu respiro fundo.
É que a janela da minha sala é mesmo por cima da porta do prédio e mesmo que morasse no 9º andar não seria longe o suficiente...


6 comentários :

  1. OLá Scarlet. Como eu compreendo!!!
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  2. continuo a achar que o meu prédio é pior!

    ResponderEliminar
  3. O que eu me ri com essa descrição...Não parece que estamos na era em que estamos, concerteza!

    ResponderEliminar
  4. eh eh realmente que falta de educação! O que me ri!

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente sei o que falas, há uns tempos estava a acontecer aqui algo do género! irritava-me profundamente, o homem metia a mão à buzina já tarde e a más horas,a mim apetecia-me meter-lhe era a mão nas fuças!

    ResponderEliminar
  6. Devem ser duas pessoas que querem dar nas vistas.
    Felizmente, aqui no meu prédio é tudo sereno, a não ser quando alguém faz obras (raramente) e o vizinho do 1º andar insulta-nos de filhas(os) da p**** e c*****o.

    Beijinho

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário ☺